Conheça a incrível história das semijoias

conheca-a-incrivel-historia-das-semijoias.jpeg
Atualizado em 31 out 2017

Joias sempre foram sinônimo de beleza e elegância. Através dos séculos, elas ganharam diversas releituras e sempre se mantiveram como símbolo da feminilidade. A história das semijoias faz parte dessa evolução, apresentando peças que garantem beleza e versatilidade em composições para as mais diversas ocasiões.

Que tal conhecer um pouco mais da trajetória desses acessórios? Confira fatos curiosos e fique por dentro desta incrível história.

O início da história das semijoias

O uso de pedras e metais como adornos remontam a uma época antiga — desde 5.000 a.C. —, em que brincos, colares e braceletes eram utilizados como símbolo de poder e status. Ao longo dos anos, quanto mais influência a pessoa tivesse, mais imponentes seriam seus acessórios.

Egípcios e gregos se destacam ao longo da história, reconhecidos por usarem pedras preciosas e metais em suas produções, com o objetivo de se assemelhar aos seus deuses. Símbolos religiosos também ganham espaço, especialmente a partir do Império Bizantino.

Ao fim da Idade Média, os acessórios robustos começam a ser substituídos por peças mais delicadas, com uma forte valorização da arte. Com o tempo, joias e arte acabaram se associando e chegaram aos dias atuais com itens que vão ao encontro das tendências de moda, movimentos artísticos e culturais e releituras de acessórios consagrados.

Após a Segunda Guerra Mundial, acompanhamos um novo capítulo dessa história: as celebridades de Hollywood passam a exibir algumas das joias mais cobiçadas e tornam-se influência para as mulheres ao redor do mundo.

As semijoias e seu espaço na moda

Inspiradas nas famosas, as mulheres iniciam uma busca por peças da moda para compor suas produções. No entanto, o alto valor das pedras preciosas e metais nobres acabam se tornando um problema para seguir as tendências popularizadas pelas celebridades e revistas da época.

Pensando nisso, no século XX, Coco Chanel dá o primeiro passo pela democratização dos acessórios e protagoniza um importante momento da história das semijoias, ao lançar a Bijuterie Fantasie. A coleção foi pensada para mulheres da época que não possuíam muito dinheiro para comprar joias, mas que queriam estar na moda.

Hoje, as semijoias acompanham esse desejo. Com designs cada vez mais estilizados e utilizando materiais de qualidade, peças de preços acessíveis permitem que as mulheres possam exibir acessórios belos, com ótimo custo-benefício.

A conveniência da aposta nas semijoias

Designs modernos, materiais diversos, ótima durabilidade e preços competitivos são os grandes pontos positivos para a aposta nas semijoias. Com o apoio de novas tecnologias que não param de surgir, os acessórios passaram a ser reconhecidos como itens de destaque no mercado, garantindo produções bonitas e elaboradas.

E o melhor: diante do preço mais acessível, as mulheres podem arriscar diferentes peças, possibilitando looks variados, pois elas chegam cada vez mais versáteis e democráticas para conquistar os mais diversos estilos e tipos de produção.

Certamente, a história das semijoias pôde te ajudar a entender os motivos que fazem delas acessórios indispensáveis e versáteis, além de muito bem-aceitos no mundo da moda.

Então, que tal apostar em acessórios bonitos e com ótimo custo-benefício para deixar aquela produção ainda mais especial? Aproveite para conhecer 3 dicas de como usar o colar para salvar seu look e arrase no visual! Além disso, conheça o nosso guia completo das joias e semijoias!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *