O poder do empoderamento feminino na moda

o-poder-do-empoderamento-feminino-na-moda.jpeg
Atualizado em 26 dez 2017

O termo empoderamento, apesar de estar muito em voga nos dias de hoje, em algumas ocasiões, pode ser mal interpretado. Ao contrário do que pensam determinados nichos, não significa algo individual ou uma tomada de poder para que se perpetue opressões: é coletivo. Principalmente para o feminismo, o empoderamento feminino colabora para colocar as mulheres como sujeitos ativos de mudanças sociais antissexistas.

A moda, que, em diversas ocasiões, foi tida como um reflexo do momento vigente, também está acompanhando as transformações atuais. Pensando nisso, no post de hoje, abordaremos sobre o conceito mais detalhado de empoderamento feminino e como ele se reflete na moda atual. Continue a leitura!

 

O empoderamento feminino e o feminismo

O Brasil é um país com crescente índice de violência doméstica contra mulheres. Mas a desigualdade nem sempre está diretamente ligada às opressões óbvias sofridas. Em pesquisa divulgada em março de 2017, as mulheres estão em apenas 37% dos cargos de chefia ocupados em grandes empresas. Em relação à política, o nosso país ocupa o 115° lugar no ranking: temos menos mulheres no poder do que o Oriente Médio, região considerada bastante opressora às mulheres.

O feminismo luta pela igualdade, para que estatísticas como essas não se perpetuem por gerações e equilibre-se essa disparidade entre gêneros. O empoderamento feminino é quando se alavanca esse sentimento para que elas lutem por essa igualdade e busquem seu lugar ao sol, tendo as mesmas oportunidades que os homens de crescerem em seus cargos e de ocuparem posições importantes no cenário nacional.

 

E, apesar de cada vez mais ocuparem espaços no mercado de trabalho, mulheres com as mesmas funções e nos mesmos cargos têm um salário menor que o dos homens, demonstrando ainda mais essa disparidade.

O empoderamento feminino e a sua influência na moda

A partir do momento em que as mulheres constroem a ideia de que podem, sim, ser lindas da maneira que quiserem, vestirem-se da maneira que se sentirem bem e não se importarem com os padrões sociais vigentes, isso passa a influenciar diretamente na moda e nas marcas. Além de, claro, influenciar também na maneira como elas se vestem no dia a dia e na forma como escolhem suas roupas.

A forma com que a mulher consome a moda nos últimos tempos tem mudado bastante. A partir do momento em que ela compreendeu que pode se vestir independentemente dos padrões e que tem o direito de se sentir representada, passou a questionar o fato de as marcas destinarem seus manequins, modelos e produtos para um mesmo público-alvo: o padrão de beleza magro e da silhueta perfeita.

Por essa razão, a partir de um certo período, boa parte das mulheres passou a não se preocupar mais com as regras e a amar mais os seus corpos da maneira que eles são, influenciando diretamente na forma de produzir moda pelas grandes marcas.

E aí, gostou do conteúdo? Agora que você já sabe como o empoderamento feminino pode influenciar na moda, deixe seu comentário no post e compartilhe conosco suas experiências. Quem sabe sua história não inspira outras mulheres para que elas se sintam ainda mais especiais?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *