Qual a diferença entre semijoias e bijuterias?

Diferença-entre semijoias-e-bijuterias
Atualizado em 30 dez 2016

Em uma produção, os acessórios são sempre protagonistas e nos ajudam a trazer a elegância, sensualidade e até mesmo o romantismo que queremos mostrar. Eles são a extensão de nossa personalidade, mas você sabe qual a diferença entre semijoias e bijuterias

Se a resposta for não, fique atenta a este texto, pois mostraremos o que faz de uma semijoia uma peça exclusiva e com vida útil maior que as bijuterias. Saber essa diferença lhe ajudará a ter certeza de que aquele colar com zircônia e cristais lindo, que você adquiriu será uma peça coringa em seu guarda-roupa.

Durabilidade

A primeira diferença entre semijoias e bijuterias, e talvez a mais importante delas, diz respeito à qualidade. As primeiras são confeccionadas de uma maneira bem parecida à das joias, por isso, duram mais tempo e possuem folheação adequada. As semijoias são cobertas (ou banhadas) por algumas camadas de um material nobre, como o ouro, por exemplo, garantindo beleza e durabilidade à peça, quando bem cuidadas, embora seu interior não seja de um material totalmente nobre.

Já as bijuterias tendem a oxidar, escurecer e descascar mais fácil, pois não têm o mesmo tratamento. Por isso, são consideradas adornos mais simples, que remetem às joias, porém não recebem nenhuma camada de material nobre em sua confecção.

Além disso, quando as peças contêm pedras, as semijoias garantem mais durabilidade, já que elas são cravadas uma a uma, diferente das bijuterias, nas quais as pedras são apenas coladas nas peças.

Claro que, tanto no caso das semijoias como das bijuterias, não é somente o material utilizado na sua fabricação que garante a sua qualidade, mas também e, principalmente, a forma como a peça é produzida.

Todas as peças da Anitta Store recebem banho de materiais nobres como ouro, ouro rosé, ródio negro e ródio, além das peças em prata. Anéis, brincos, pulseiras e colares que possuem pedras, zircônias e pérolas têm a cravação feita por processo manual, com isso, a fundição é mais detalhada e resistente, além de preservar melhor o acabamento de cada item e as características de cristais, por exemplo.

Na hora de realizar o acabamento, são usadas lixas e produtos específicos, finalizando o processo com um banho eletroquímico que ajuda a preservar as características da semijoia.

Garantia

Por receber o banho com esses produtos nobres, as semijoias têm garantia de fábrica e podem ser trocadas caso algum problema de fabricação seja detectado. Além disso, são peças que oxidam com mais dificuldade, o que ajuda a preservar a durabilidade por mais tempo. Todo o processo de produção e os materiais utilizados na produção da semijoia conferem a ela uma maior durabilidade e resistência, por isso, você pode ter a certeza de que adquirirá um produto de qualidade.

Já no caso das bijuterias, que são confeccionadas de modo a imitar as joias, porém sem o mesmo brilho, sem os materiais nobres e, obviamente, sem a mesma qualidade e durabilidade. Claro que não há problema algum em adquirir e utilizar bijuterias se você assim gostar, porém se você procura por uma peça especial, de boa qualidade e que dure um bom tempo, certamente, a bijuteria não é a melhor opção.

E, ainda sobre as bijuterias, como elas não envolvem pedras e metais nobres na sua composição e, normalmente, seu custo é bem baixo, não existe garantia para essas peças.

Proteção antialérgica

Quem já usou bijuterias e, principalmente, quem tem a pele sensível, sabe que essas peças podem causar reações alérgicas que podem variar de uma simples vermelhidão, acompanhada de coceira até uma inflamação no local.

Por isso, é muito importante investir em produtos que tenham proteção antialérgica. As bijuterias, normalmente, não têm essa proteção, pois para baratear seu custo de produção, são utilizados metais pesados como o níquel, o cádmio e o chumbo para imitar as cores da prata e do ouro. Esses metais pesados podem causar alergia e, em níveis elevados, até danos mais sérios à saúde, principalmente, devido à oxidação.

As semijoias da Anitta Store, além de serem revestidas com metais nobres, ainda recebem um banho antialérgico, que além de garantir o bem-estar de quem usa a peça, ainda preserva o banho de ouro que essas peças recebem.

Aspecto

Quando pensamos em acessórios, como colares e brincos, logo vem em mente um objeto com um bom aspecto e um brilho bonito, não é mesmo? As semijoias, por serem revestidas ou banhadas a ouro, prata ou outro metal precioso, normalmente, têm o mesmo brilho de uma joia.

As bijuterias, por outro lado, não conseguem ter esse brilho. Elas têm cor mais opaca, com o tempo perdem a cor original e ganham um aspecto acinzentado. Outro problema no aspecto das bijuterias é que, normalmente, elas não recebem um acabamento polido, como é o caso das semijoias, podendo apresentar rebarbas que, além de fazerem com que a peça descasque, ainda podem machucar quem estiver usando.

Nas bijuterias, não são utilizadas pedras preciosas ou pérolas verdadeiras, seu processo de fabricação envolve apenas a colagem de strass, que perde o brilho rapidamente ou pérolas sintéticas que descascam e arranham facilmente.

Por outro lado, as semijoias contam com um processo muito mais detalhado para serem produzidas. A fabricação dessas peças envolve a fusão de metais em um molde, o banho de ouro e o polimento final para garantir um acabamento perfeito.

Além disso, as zircônias (pedras que imitam o diamante) e outras pedras utilizadas nas semijoias são cravejadas no próprio metal, o que evita que, futuramente, venham a cair. O mesmo vale para as pérolas, que além de serem de qualidade, quando não são cravejadas na própria peça, são coladas com um material especial que garante a resistência no caso de quedas e esforço.

Se você pensava que não havia muitas diferenças entre semijoias e bijuterias, pôde perceber que elas são muitas, não é mesmo? Claro que o valor de uma para a outra também muda um pouco, mas se você procura por qualidade, poderá ver que o barato, muitas vezes, sai caro.

Agora que você já conhece as diferenças entre semijoias e bijuterias, que tal conferir também a diferença de joias e semijoias?

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *